terça-feira, 8 de abril de 2014

Japão libera uso de aparelhos em voos

Passageiros poderão mexer em smartphones, tablets, videogames e câmeras digitais nas decolagens e pousos

Japão libera uso de aparelhos em voosO governo japonês disse que pretende, a partir deste verão, afrouxar os regulamentos que impedem os passageiros de usar dispositivos eletrônicos dentro de aviões durante decolagens e pousos. As informações foram publicadas pelo jornal Asahi.

O governo tomou a decisão depois que as autoridades de aviação dos Estados Unidos e da Europa confirmaram que o uso de aparelhos em modo de voo não representa qualquer perigo para a segurança do avião. Mas as chamadas telefônicas continuarão proibidas.

Funcionários das companhias Japan Airlines (JAL) e da All Nippon Airways (ANA) disseram que a decisão irá proporcionar uma experiência de voo mais atraente para os passageiros.

Atualmente, os passageiros são orientados a desligar seus aparelhos durante decolagens e pousos, devido a preocupações de que as ondas de rádio que eles emitem poderiam afetar negativamente os instrumentos da aeronave em momentos críticos durante um voo.

Os dispositivos eletrônicos que os passageiros serão autorizados a utilizar incluem smartphones e tablets em modo de voo. Videogames portáteis e câmeras digitais também serão permitidos.

A proibição do uso de telefones celulares em modo normal permanecerá em vigor, devido à falta de dados que confirmem que as fortes ondas de rádio não representam riscos de segurança.

Os passageiros também serão instruídos a guardar dispositivos eletrônicos pesados, como laptops, nos compartimentos superiores durante descolagens e aterrissagens por razões de segurança.

As autoridades de voo dos EUA retiraram em outubro do ano passado a proibição do uso de dispositivos eletrônicos durante decolagens e pousos em determinados modelos de aeronaves que atendem as normas de segurança em relação a ondas de rádio.

A Agência de Aviação da Europa também está considerando retirar a proibição.

A maioria dos aviões operados pelas grandes companhias japonesas é fabricada pela Boeing ou Airbus, que cumprem os padrões internacionais.

Para coincidir com o afrouxamento das normas de segurança, as companhias aéreas japonesas planejam aumentar o número de rotas com conexão Wi-Fi disponível.

A JAL introduziu em 2012 a conexão Wi-Fi em 13 aviões que saem do Aeroporto Internacional de Narita para o Ocidente. A taxa é de cerca de ¥1.200 por hora, ou ¥2.270 por 24 horas. A companhia irá expandir o serviço em 77 voos domésticos a partir deste verão.

A ANA passou a oferecer Wi-Fi em três voos internacionais no mês passado e vai aumentar o número para 28 até o final deste ano fiscal.

Companhias aéreas estrangeiras, incluindo a American Airlines, a Lufthansa e a Singapore Airlines, também introduziram serviço de Wi-Fi gratuito em algumas rotas.
Fonte: Alternativa