terça-feira, 13 de setembro de 2016

Japão vai criar sistema de cartão inteligente all in one para facilitar estadia de turistas nas Olimpíadas de 2020

Os turistas poderão pagar compras, além de dar entrada em hotéis e entrar nos estádios
Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020

Os turistas que visitarem o Japão para os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 vão experimentar o famoso japonês "omotenashi" (hospitalidade) e tecnologia de última geração juntos em um cartão de pagamento que pode ser usado para todas as necessidades diárias, informou o jornal Asahi.

Um único cartão de pagamento IC recarregável estará disponível para usos como transportes públicos, fazer check-in em hotéis, entrar em estádios e comprar itens em lojas.

O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações disse que vai apresentar um pedido para o custo do projeto de 1 bilhão de ienes para o próximo ano fiscal, e os planos para promover o cartão IC como um produto carro-chefe da hospitalidade do Japão.

Os potenciais usuários do Cartão IC precisarão registrar suas informações pessoais on-line antes da viagem, e receberão um número de ID omotenashi. O usuário, em seguida, deve inserir o número de identificação no momento da reserva passagens e hotéis.

Uma vez no Japão, os visitantes estrangeiros podem adquirir um cartão de pagamento electrônico, como um "Suica," registrar seu número de identificação a ele em terminais que serão instalados em aeroportos e outras instalações, e em seguida, carregá-lo com a quantidade desejada de dinheiro.

Em seguida, o cartão está pronto para ser usado passando sobre os leitores dos terminais de cartão de leitura em locais públicos, tais como catracas de estações de trens e metrô, pistas de atletismo e hotéis.

Os terminais também exibirão informações na língua nativa do usuário, tais como a forma de chegar aos locais de eventos ou informações sobre desastres quando o cartão é passado nos leitores. A mesma informação será enviada para os números de smartphones previamente fornecidos no processo de registro.

O ministério também prevê a criação de mais áreas de Wi-Fi em locais como estações de trem, áreas em torno de estádios e pontos turísticos para os visitantes estrangeiros usarem seus smartphones para acessar as informações.

O ministério tem como objetivo criar um ambiente no qual os visitantes estrangeiros possam experimentar o Japão sem sentir o stress da viagem e barreiras de linguagem.
Fonte: Alternativa